GUILHERME BONINI

diretor | roteirista | editor

 

linha.png
CV
linha.png
dados profissionais

 

 Nasceu em 1981, São Paulo, Brasil. Vive e trabalha no interior do estado, em Araraquara, SP. Guilherme Bonini é diretor cinematográfico profissional, roteirista, montador e também atua como produtor e diretor de fotografia em projetos culturais. Sua formação acadêmica é de doutorando pela UNESP/FCLAr; mestre em narrativa cinematográfica /Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR; Comunicação Social/Publicidade e propaganda Universidade de Araraquara UNIARA. O cineasta atua no cruzamento entre o cinema, videoarte, teatro e fotografia. 

diretor.jpeg

experiência profissional



 Criou a Bonini filmes em 2011 com o interesse em produzir projetos culturais independentes em cinema, videoarte e teatro. As realizações envolvem diferentes linguagens na elaboração de conteúdo independente. Sempre objetivando contar histórias, a missão do diretor é provocar sensações por meio da imagem, buscando a inovação estética e narrativa, além do prazer da experimentação. Com produção intensa desde 2012, o artista teve obras apresentadas no Brasil, EUA e Europa, participou de exposições como Coletivo Brasil e ministrou workshops em Portugal, durante a residência artística: “Arte ao Centro” na cidade de Torres Vedras, Portugal. Dentre suas obras destacam os curtas-metragens: Lágrima Negra em Pele de Loba (2022); O Flâneur (2021); O Espaço do não ver (2020) – melhor documentário no FILMABAURU em 2021; Memórias (2019) - selecionado na mostra competitiva de Curtas Internacionais no 13th Brazilian Film Festival (LABRFF), selecionado na mostra The Lift-Off Sessions promovido pelos Estúdios Pinewood em Londres; selecionado no Shot@Fringe, Festival de Cinema em Azores, em Portugal; selecionado na Mostra Entre Olhares - Mostra do Cinema Português em Barreiro, Portugal e no Festival FESTCINE Pedra Azul, em Pedra Azul ES. Lua (2019), selecionado para o Festival de animação BANG AWARDS 2020. 2067 (2017) – premiado na 6° Mostra Wallace Leal e selecionado na mostra The Lift-Off Sessions promovido pelos estúdios Pinewood em Londres; Passagem (2017) – instalação exibida na Galeria de Arte em Torres Vedras, Portugal. Frente a Frente (2015) – selecionado no Festival FIM e na mostra The Lift-Off Sessions promovido pelos estúdios Pinewood em Londres. Rupturas (2014). Os longas e médias-metragens de documentário: Entre Livros e Lençóis - retratos da prostituição universitária (2014); Mecânica Dos Solos + Roberto Menescal - Brazilian Jazz Live - DVD (2012); Retratos do Carnaval (2011); Juntos (2011); AFE – A história de um acesso (2010) e a peça/filme Marias (2006) realizada com o apoio do Sesi - Araraquara. 

 

 

 

linha.png

 prêmios recebidos pelo diretor
e/ou pelos filmes 

 Curta-metragem: O Espaço do não ver (2020) 

- Melhor documentário no FILMABAURU (2021) 

 

Curta-metragem: Memórias, (2019) 

- Bitesize Film Festival (2021) 

- Lisbon Film Rendezvous (2021) 

- Marmostra – Marés Curtas (2021) 

- “Mostra competitiva de Curtas Internacionais - 13th Brazilian Film Festival (LABRFF) - 2020” 

- Selecionado no “Shot@Fringe, Festival de Cinema em Azores” - 2019 - Portugal

- Selecionado na Mostra “The Lift-Off Sessions” - 2019 - Estúdios Pinewood - Londres.

- Selecionado na “Mostra Entre Olhares - Mostra do Cinema Português - 2019 - Barreiro, Portugal 

- Selecionado no “Festival FESTCINE Pedra Azul - ano” - Pedra Azul/ES. 

 

Curta-metragem: 2067, (2017)

- Prêmio “6° Mostra Wallace Leal” - 2017 - Araraquara/SP; 

- Selecionado na Mostra “The Lift-Off Sessions” - 2019 - Estúdios Pinewood - Londres. 

 

Prêmio “Selo 200 anos de Araraquara” – Prefeitura de Araraquara – Melhor Fotografia - 2017 - Araraquara/SP. 

 

Curta-metragem: Frente a frente, (2015)

- Selecionado no Festival Imagem-Movimento "FIM" - 2016 - Amapá.

Selecionado na Mostra “The Lift-Off Sessions” - 2020 - Estúdios Pinewood - Londres.

Prêmio “Cineasta Araraquarense” – Sesi Araraquara. Conjunto de obras. Araraquara – SP. Dezembro 2011. 

Prêmio de Melhor Curta-Metragem – “Páginas de Menina” - Produção - assistente - “Festival Melbourne” - 2008 - Austrália. 

Curta-metragem: Acaso (2007). 

- Prêmio de Melhor Filme da categoria livre - “Festival do Minuto - 2007”. 

- Prêmio de Melhor Filme do mês de Dezembro - “Festival do Minuto - 2007”. 

 

Prêmio “Concurso Lentes da Cidade - 2002” - 3º Lugar - Araraquara/SP. 

 

Prêmio de Melhor Filme “Roleta Russa” – Roteiro. Votação de Público. “2° Festival Brasileiro de Cinema para Internet” – 2001 – São Paulo/SP.